O estandarte Quadrangular

Criada no ano de 1930, por Aimée Semple Mcpherson e com o auxílio de um desenhista, quando sentiu a necessidade de que um estandarte representasse a plenitude do Evangelho Quadrangular que foi revelado a ela. Nos primeiros seis meses do referido ano ela costurou a primeira bandeira da igreja.

A primeira fotografia apareceu no Bridal Call Foursquare, em Julho de 1931.

As bandeiras são chamadas de ‘estandartes’ nas Escrituras. O salmista entusiasmou-se porque Deus deu ao seu povo uma bandeira: “Deste um estandarte aos que te temem, para o arvorarem no alto, pela causa da verdade.” (Salmos 60:4). Além disso, os crentes podem acenar triunfantes com a bandeira da fé: “Celebremos com júbilo a sua vitória, e em nome de nosso Deus hastearemos pendões.” (Salmos 20:5). Por exemplo, Jeová-Nissi, que significa “O Senhor é a minha bandeira.” (Êxodo 17:15)

Aimée estudou cuidadosamente o Antigo Testamento antes de desenhar o estandarte Quadrangular. Ela queria que nele houvesse um procedente bíblico:

  • Cruz: Símbolo da nossa salvação – a redenção do pecado.
  • Bíblia Aberta: Nossa fé é baseada nas Escrituras Sagradas, inspiradas pelo Criador dos Céus e da Terra. Não acrescentamos, nem tiramos e tampouco mudamos seu conteúdo.
  • Número 4 e Quadrado: Representa as quatro facetas do Evangelho Quadrangular – Jesus Cristo salva, batiza com o Espírito Santo, cura e em breve voltará. Se algum dos lados do quadrado for excluído, estar-se-á negando um dos ensinamentos de Jesus.
  • Cores: São quatro das cores do peitoral do sumo sacerdote da antiga Israel (Êxodo 28:15). Essas cores também predominavam nas cortinas do Tabernáculo e, principalmente, são as cores que simbolizam o Evangelho Quadrangular.
  • Franjas: Revelam os mandamentos do Senhor e nossa obediência à Palavra Dele. Os israelitas, devido a uma ordenação de Deus, usavam franjas nas extremidades de suas vestes. O propósito era ajudá-los a lembrar e cumprir os mandamentos de Deus ao olharem para elas. (Neemias 15:38-40; Mateus 28:19-20; Mateus 7:21-27).
  • Cordão Azul: Também era usado pelos israelitas, amarrado na cintura, com o mesmo propósito das franjas, lembrando-os dos mandamentos do Senhor.