Instituto Teológico Quadrangular

O Instituto Teológico Quadrangular, também conhecido como ITQ, trata-se de órgão oficial da Igreja do Evangelho Quadrangular que oferece Ensino Médio em Teologia. É uma entidade sem fins lucrativos, criada segundo os princípios e preceitos da Palavra de Deus e em obediência à visão e doutrina da igreja.

O objetivo do Instituto é transmitir conhecimentos bíblicos e teológicos para a formação de líderes para a IEQ e para o Reino de Deus, preparando-os ética e moralmente para exercerem o ministério da palavra de Deus.

Visa a formação de pastores e obreiros segundo o modelo e caráter de Jesus Cristo, autor e consumador da fé cristã, cujos ensinamentos, ações, atitudes e exemplos de vida devem ser exercitados diariamente.

Além de preparar e formar líderes que auxiliem de forma mais eficaz em suas igrejas locais, também visa capacitá-los para propagarem a palavra de Deus fora de suas igrejas, seja por meio da abertura de novos templos ou em decorrência de movimentos e campanhas evangelísticas.


Aspectos Históricos
Desde os primeiros cultos nas tendas o Pr. Harold Willians, os primeiros missionários formaram pequenos grupos para estudo da palavra. Estes grupos reuniam-se geralmente após os cultos e as aulas eram ministradas atrás da tenda ou em qualquer lugar onde fosse possível reunir as pessoas.

Dispunham apenas da Bíblia Sagrada como material para treinar os obreiros que viriam a auxiliar nos trabalhos da própria tenda. Foi desta maneira informal e improvisada que nasceu o Instituto Bíblico Quadrangular – IBQ.

Anos mais tarde sentiu-se a necessidade de organizar e oficializar essa área de ensino específico para o ministério. Foi então que, em 7 de janeiro de 1957, foi fundado oficialmente o instituto, que recebeu o nome de Instituto Foursquare Gospel. O curso inicial era de somente um ano. Na primeira turma formaram-se mais de quarenta alunos. Logo seu nome foi mudado para Instituto Bíblico Quadrangular. O IBQ funcionava inicialmente na igreja Sede. Seu diretor acumulava também a função de ‘Diretor Nacional de Educação Cristã’.

Na busca por cumprir o chamado evangelístico, na primeira década deixou-se em segundo plano o trabalho de preparo dos novos obreiros. Porém, os missionários mais antigos mantinham escolas de obreiros nos locais mais distantes de São Paulo, de onde era mais difícil se deslocar até a capital para fazer o curso do IBQ. O currículo foi sendo aumentado gradativamente e o curso, que começou com a duração de um ano, passou para dois e depois para três anos.

Nos primeiros dez anos era grande o número de pessoas que vinham de outros estados para fazer o IBQ em São Paulo, uma vez que até 1964 esta era a única escola Quadrangular no Brasil. Era difícil para os pastores administrar o grande número de pessoas que vinham do Sul, Norte e Nordeste para fazer o IBQ. Muitas vezes eram enviados com o apoio da Igreja local e depois de um ou dois anos morando em são Paulo mudavam sua visão e abandonavam o objetivo de retornar para trabalhar em suas Igrejas. Neste sentido a fundação dos IBQ’s em suas localidades de origem ajudou a fixar obreiros que tinham um verdadeiro chamado e vocação. Isto começou a mudar lentamente a partir do ano de 1965.

Em julho de 1965 foi fundado o IBQ de Curitiba, no Paraná. No ano de 1980 foi fundado o IBQ na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais; em 1982 foi a vez da cidade do Rio de Janeiro e, no ano de 1986 foi fundado o IBQ Básico na Região Metropolitana Sul – Campo Limpo – São Paulo – SP.

No ano de 1968 o Missionário Gary Royer fundou também a Escola por Correspondência Quadrangular, tendo por objetivo atingir membros das igrejas a fim de promover o incentivo ao aprendizado da palavra, formando membros mais alicerçados no evangelho. Porém, alguns pastores viram no curso uma maneira prática para a formação de obreiros e logo se aprovava em Convenção Nacional a regra de que, para ser recebido como obreiro da igreja, seria obrigatório fazer o curso por correspondência.

O ITQ nasceu das reformas efetuadas no ano de 1987, com a criação da Coordenadoria Nacional dos Institutos, sendo estabelecido um cronograma de trabalho que visava difundir o ensino, criando escolas especialmente nas regiões mais afastadas.

O Instituto da igreja, na Praça Olavo Bilac – em São Paulo, perdeu então a conotação nacional, passando a ser apenas o ITQ da Região Centro Oeste de São Paulo.

Foram fundados ITQ’s em várias cidades do Brasil e, no ano de 1992, foi criado o Departamento Nacional de Educação. As coordenações nacionais dos ITQ’s, MQCC e mais a Escola por Correspondência ficaram sob a jurisdição deste novo departamento. Esta situação permaneceu assim até a reforma estatutária que criou as secretarias apropriadas para cada departamento ou Grupo no ano de 1999.

Fonte: Quadrangular Brasil