#CULTODAFAMÍLIA| Noite


19 Junho 2016



Graça

Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.
E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei:
O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.
Então, acercando-se dele os seus discípulos, disseram-lhe: Sabes que os fariseus, ouvindo essas palavras, se escandalizaram?
Mateus 15:8-12

Os fariseus eram judeus que viviam debaixo da imposição da Lei que foi dada a Moisés quando saíram do Egito. Eles mediam não as suas, mas as atitudes alheias de acordo com a observância dessa mesma lei e facilmente se escandalizavam quando alguém “descumpria” os preceitos rígidos da Lei de Moisés.

Eles não entendiam que Jesus veio para cumprir (e cumpriu) a Lei e não para anulá-la, por isso, viviam se escandalizando com algumas atitudes que entendiam não ser de acordo com tais preceitos legais. Eles adoravam a Deus de forma mecânica e não sabiam o valor da real adoração e nem entendiam que o amor de Cristo não tem fim.

Neste texto vemos Jesus repreender duramente alguns desses fariseus que se aproximavam dele apenas por hipocrisia e não tinham a intenção de se relacionar com ele de coração para coração. Infelizmente hoje em dia muitos vivem um cristianismo farisaísta que se preocupa muito mais em julgar a atitude dos outros do que buscar um relacionamento íntegro com o Senhor. Nós entendemos isso de maneira clara quando analisamos a passagem da mulher samaritana:

Deixou (Jesus) a Judéia, e foi outra vez para a Galiléia. E era-lhe necessário passar por Samaria.Foi, pois, a uma cidade de Samaria, chamada Sicar, junto da herdade que Jacó tinha dado a seu filho José. E estava ali a fonte de Jacó. Jesus, pois, cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte. Era isto quase à hora sexta. Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida. Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos).Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva? És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la. Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá. A mulher respondeu, e disse: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido; Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade. Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
A mulher disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo. Jesus disse-lhe: Eu o sou, eu que falo contigo.
João 4:3 a 26

Aquela mulher teve um verdadeiro encontro com o Senhor Jesus que lhe explicou como deve ser a verdadeira adoração: em espírito e em verdade!!! Direto do nosso coração para o coração de Deus.

O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca.

O que nos contamina é o que vem de dentro de nós e não o que vemos nos outros, por isso devemos parar de olhar para os erros alheios e focar nossa fé em Jesus que nunca nos decepcionará.

Vale mesmo a pena viver um cristianismo observando os erros dos outros e perder a excelência do perdão de Deus pra nossas vidas?

Vale a pena se desprezar tanto a ponto de valorizar coisas tão pequenas e perder o melhor do Senhor?

O SENHOR NOS CONVIDA A TER UM RELACIONAMENTO DE CORAÇÃO PARA CORAÇÃO.

Mas esse tipo de relacionamento exige maior disciplina e devoção, busca e oração.

Você está realmente disposto?

Deus abençoe!

Ministração: Pr. Nelson Agnoletto Jr.

Author: Minha Vila

A Minha Vila - Igreja do Evangelho Quadrandular de Vila Esperança - é uma igreja para a família, contextualizada e dirigida por propósitos bíblicos, informal, transparente nas suas ações, de liturgia contemporânea e que, acima de tudo, valoriza o relacionamento com as pessoas. Hoje a Minha Vila é presidida pelo Pastor Nelson Agnoletto Jr., que desde 1º de março de 2003 tem levado uma multidão a olhar para o alvo, que é Jesus Cristo, e adorá-lo, em espírito e em verdade. "Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação". 2 Coríntios 5:19 Localizada na Rua Gilda, 177, Vila Esperança, São Paulo - SP. Fone: (11) 3798.0737 | E-mail: minhavila@minhavila.com.br NOSSAS REUNIÕES: Domingo: 9h30 - Estudo Bíblico / 18h30 - Culto da Família Quarta: 20h - Culto de Oração

Deixe uma resposta